top of page
  • Foto do escritorSocial Ideias

Filme de Cleonildo Cruz sobre o assassinato de Pablo Neruda vai virar série internacional

O aclamado documentário brasileiro “Operação Condor, Verdade Inconclusa”, do historiador e cineasta Cleonildo Cruz, parceiro da Social Ideias em Recife (PE), vai virar série de televisão com estreia prevista para 2024. O primeiro episódio, chamado "Chile, Pablo Neruda", abordará o assassinato do poeta. O documentário, patrocinado pela Petrobras, estreou em 2015 e integrou o projeto #ConectadosconlaMemoria do Museu de Memória e Direitos Humanos do Chile.


Para integrar a missão, Cruz convidou o economista Luiz Gonzaga Belluzzo, que aceitou fazer a análise econômica dos regimes militares que compuseram a Operação Condor. “Ter Belluzzo no projeto é dar consistência, entendermos para além dos aspectos históricos, políticos, e irmos além, para os aspectos econômicos de quem financiou. Quem era o mercado financeiro na época que deu apoio aos países do Brasil, Chile, Argentina, Bolívia, Perú, Uruguai e Paraguai. Belluzzo vai nos conduzir pelos sete episódios, cada país será retratado em um”, afirma o cineasta.


Será a primeira série de televisão latino-americana a abordar o assassinato de Pablo Neruda pela ditadura militar chilena. Este ano marca o 50º aniversário do golpe de Estado que derrubou o governo democrático do Chile, de Salvador Allende, em 1973. O primeiro episódio "Chile, Pablo Neruda" vai denunciar o assassinato do poeta Pablo Neruda, 12 dias depois do golpe militar liderado por Pinochet, envenenado com a bactéria Clostridium botulinum.


Cleonildo Cruz é um reconhecido jornalista, historiador e cineasta que coordena em Recife (PE) a Tempus Comunicação, empresa parceira da Social Ideias. Juntas, formam a Social Recife, braço na produção de conteúdo jornalístico, audiovisual, publicidade, design e mídias sociais da Social no Nordeste do Brasil, assim como da Tempus no Sul e Sudeste do país. O acordo tem gerado compartilhamento de experiências de sucesso em comunicação pelo Brasil e promovido eventos de debate fundamentais, como a mesa “O impacto da operação Lava Jato na infraestrutura brasileira”, realizada em Recife no dia 5 de maio e que reuniu o economista e ex-reitor da UFPR José Henrique de Farias e o jurista Wilson Ramos Filho.


“Pablo Neruda foi o inimigo número um do regime militar no Chile. Neruda é muito importante na minha vida. Conheço sua poesia e sua biografia. Ainda estou decantando muitas coisas e escrevendo, mas tenho plena certeza de que tudo vai dar certo com esta série de televisão que será lançada no ano que vem no Chile", acrescenta Cruz, que viajou até Santiago do Chile e teve reunião no dia 13 de abril com Maria Fernanda Garcia Iribarren, diretora-executiva do Museu de Memória e Direitos Humanos, e Maria Luisa Ortiz Rojas, chefe da área de Coleções e Investigações, garantindo o patrocínio para série.


Mauricio Ramos, fundador da Social Ideias, fala sobre a felicidade de ver um projeto tão importante para a história latino-americana ganhar ainda mais destaque internacional: "A comprovação de que Neruda foi assassinado pela ditadura militar de Pinochet é mais uma prova de como os regimes totalitários se apressam em silenciar e destruir quem os contraria. O excelente filme de Cleonildo Cruz brilha ao ajudar as pessoas a entenderem o caso e esse momento da América Latina. É uma alegria que, além do documentário, a história também ganhe visibilidade através de uma série que com certeza será um sucesso".


Assista ao documentário “Operação Condor, Verdade Inconclusa” na íntegra:



O lançamento da série foi assunto na imprensa internacional. Clique nas imagens e leia as reportagens.





Comments


bottom of page